pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 " " /> pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 " " /> pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 "" /> pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 " " />

Aquece Cuiabá muda conceito de campanhas de Inverno e vira modelo referência para outras

A campanha Aquece Cuiabá, que arrecadou mais de 20 mil cobertores em 2017, tem se tornado referência em Mato Grosso nesta 2ª edição, principalmente por conta do novo conceito pensado para as ações solidárias de Inverno e também pela logística de doação, arrecadação e distribuição.

Apoiada pela Prefeiura de Cuiabá, a ação idealizada pela primeira-dama Márcia Pinheiro tem servido de inspiração para outras campanhas como, por exemplo, a de doação de agasalhos da Associação das Primeiras-damas do Estado de Mato Grosso (APDM).

A campanha que está no seu terceiro ano, arrecadava somente roupas de frio, calçados e agasalhos, entretanto, este ano, resolveu adotar o cobertor e os mesmos moldes da  Aquece Cuiabá ao fechar parceria com a distribuidora Lepin Enxovais, de São Paulo (Capital), empresa que abriga em seu site de compras  de cobertores mais de 200 campanhas voltadas a levar cobertor ao público de pessoas com necessidade de proteção em épocas de frentes frias. 

“Como a campanha da primeira-dama de Cuiabá é muito forte e consegue atender toda a demanda local, nós direcionamos os agasalhos, roupas, blusas e agora cobertores da nossa campanha para os municípios de pequeno porte de Mato Grosso. Esse ano ousamos ao fechar a parceria com uma distribuidora”, explicou Danielle Ribeiro, do departamento administrativo da APDM.

O proprietário da empresa, Leonardo Gaspar, revelou, durante a visita da primeira-dama Márcia Pinheiro, na última semana, que tem sido bastante procurado por grupos mato-grossenses na intenção de também hospedar suas campanhas, como é o caso da Prefeitura de São Pedro da Cipa, município da região Sudeste do Estado.

“A pessoa me ligou e falou da campanha de Cuiabá e que queria fazer igual para seu município. É algo muito especial que está acontecendo, estão usando como inspiração a campanha Aquece Cuiabá para fazer a mesma ação”, contou Leonardo que ainda destacou a inovação conceitual da campanha por atende famílias em vulnerabilidade social, o que se diferencia das demais campanhas presentes em seu site de venda.

“Nós fazemos essas campanhas há muito tempo com outros grupos e a maioria dos nossos parceiros, arrisco a dizer que 99% deles, destinam os cobertores para moradores em situação de rua. Essa segmentação com os conselhos municipais, entidades e famílias carentes é muito interessante e inovadora”, disse.

Distribuição

São em torno de 17 a 20 mil famílias, todas cadastradas pelas mais de 120 instituições sociais como, por exemplo, o Centro de Pastoral para Migrantes, entidade que abriga os quase 100 venezuelanos refugiados em virtude da crise humanitária na Venezuela.

A metodologia da campanha ainda garante maior transparência e credibilidade, uma vez que, essas instituições são apontadas pela Casa de Conselhos compostas pelos oito conselhos de esfera municipal.

“É uma vanguarda porque você interage com a sociedade civil, mostra que está antenado com as vozes e com as entidades não governamentais socializando assim as informações e a quem ajudar”, frisou o presidente do Conselho do Idoso, Jerônimo Barbosa.

Além das famílias em vulnerabilidade social, o público também atende as pessoas em situação de rua com ações pontuais e específicas realizadas durante todas as frentes frias registradas na Capital.

Na última semana, a exemplo, o grupo atendeu as pessoas de rua quando foram percorridos os 15 pontos de aglomeração mapeados pela equipe da campanha.

“Estamos muito satisfeitos com a repercussão da campanha. É sinal que estamos no caminho certo para promover esse serviço voluntário de humanização em Cuiabá e, inspirar e ser referência para outros grupos e pessoas, que queiram ajudar seus municípios, é muito gratificante”, externou a primeira-dama Márcia Pinheiro, idealizadora da campanha .

As campanhas de cobertores, este ano, também foram registradas em Rondonópolis, Tangará da Serra, São Pedro da Cipa, Alto Araguaia, dentre diversos outros municípios do interior de Mato Grosso.

 

Fonte: Ruan Cunha