pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 " " /> pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 " " /> pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 "" /> pwnz by d4ntysec
greetz: Ecologyc - MisterBlack - malt1 " " />

Dia D da campanha entregará quase 12 mil cobertores a entidades sociais

A segunda etapa da entrega de cobertores da campanha Aquece Cuiabá acontece no Complexo Dom Aquino, na próxima terça-feira (13), e o público alvo do 'Dia D' da ação será as quase 100 entidades sociais indicadas pelos diversos conselhos como, por exemplo, o da Igualdade Racial, de Assistência Social, da Criança e do Adolescente, entre outros.

Cerca de 98% da quantidade total de cobertores arrecadados será destinado para as entidades e às família em situação de vulnerabilidade social mapeadas pela equipe da campanha em conjunto com a pasta de Assistência Social da Prefeitura de Cuiabá. Todas as pessoas em situação de rua da capital, público alvo da primeira etapa de entrega, realizada na última semana de maio, somam 2% do quantitativo.

"No primeiro momento direcionamos as entregas para pessoas em situação de rua por conta do frio que atingiu a capital no final do mês. Acompanhamos a meteorologia e com a previsão de frio, traçamos essa estratégia de forma emergencial. Agora, a campanha se volta ao público maior que são as entidades. A campanha foi pensada justamente para contribuir com o belo trabalho que essas instituições fazem pelo bem das pessoas", explicou a primeira-dama, Márcia Pinheiro.

As entidades cadastradas no site da campanha receberão o voucher, na ocasião de entrega, onde estarão credenciadas a retirarem os cobertores destinados a sua respectiva unidade. Serão pouco mais de 11 mil cobertores doados no universo de 12 mil arrecadados, até o presente momento. A meta total da campanha é 20 mil, estimativa dobrada devido a grande mobilização de empresas e da sociedade civil.

Embora esta etapa seja o ápice da campanha, as doações continuam sendo recebidas nas duas modalidades: a primeira online, via site oficial da Aquece Cuiabá, e também pelo comércio varejista local. Os pontos de coleta - mais de 10 locais e todos órgãos públicos municipais - também ficam disponíveis até o dia 21, data de inicio do inverno e de encerramento da campanha.

"Continuamos recebendo as doações. Conseguimos grandes contribuições de empresas, de pessoas generosas e também o cidadão. O objetivo é esse: sensibilizar os cuiabanos de forma geral para essa ação de humanização", frisou Márcia.

Várias empresas contribuíram com doações de montantes consideráveis de cobertores. Dos 12 mil arrecadados, cerca de oito mil foram destinados pelos parceiros empresariais e os outros quatro mil são oriundos de filantropos e sociedade civil.

Os empresários serão certificados, ao final da campanha, com o selo de contribuição social da Aquece Cuiabá como forma de valorização institucional diante de ações ligadas aos aspectos sociais, tão importante e defendida pela primeira-dama de Cuiabá.

"O papel de se envolver nas causas sociais não é só da primeira-dama. Vou sempre estar à frente de causas como essa, mas também vou buscar desde o cidadão que acorda cedo e pega o ônibus para ir trabalhar até o empresário bem sucedido. Vamos universalizar a humanização. A proposta da prefeitura é essa. A proposta da primeira-dama é essa. E a proposta de vida das pessoas também precisa ser essa. Assim poderemos ter uma sociedade e um país melhor", concluiu Márcia.

Aquece Cuiabá

A campanha foi pensada para atender as pessoas em vulnerabilidade social de abrigos, famílias carentes e moradores de ruas da capital mato-grossense. A ação solidária tem o objetivo de levar cobertores para o enfrentamento ao frio cuiabano que deve iniciar mais cedo, este ano, devido ao fenômeno El Niño, previsto pelos institutos de meteorologia, o qual faz as massas frias começarem a se deslocar pelo país ainda durante o outono, atual estação. Apesar de o inverno iniciar apenas no final de junho no Centro-Oeste brasileiro, as massas de ar polar surgem pontualmente entre abril e setembro.  

Fonte: Ruan Cunha